3 indicações com ambientações circenses


Olá leitores!

Como foi o mês de outubro do ano passado para vocês? Conseguiram assistir e ler bastante coisas de terror? Confesso que o meu mês foi bem balanceado, porém tudo que consumi me agradou bastante, independente da mídia. Quando fui fazer um balanço geral percebi que grande parte das histórias que consumi se passaram dentro ou perto de circos. E isso me atingiu com grande surpresa, já que, admito, não gosto de circos. Inclusive tenho até fobia de palhaços, então por isso prefiro me manter bem longe desses locais "animados".

Entretanto, mesmo não gostando dessa temática, acabei por me "viciar" em histórias com ambientações circenses. Li dois livros seguidos e quando peguei um focado totalmente em outro tema me senti órfã de circos e com saudades desse mundo colorido. Foi então que assisti a um filme do tema e me senti novamente em casa. Pensando nisso e constatando que preciso adentrar ainda mais fundo nesse universo circense, trouxe para vocês três indicações de histórias com ambientações circenses, dois livros e um filme.

Reprodução: Google
"P. T. Barnum, um showman que tem uma tendência natural de enganar seu público, decide montar um circo na esperança de ficar famoso. Durante sua saga há ainda uma importante questão pendente em sua vida, uma paixão cega pela cantora Jenny Lind."
Assista ao trailer

O filme O Rei do Show (The Greatest Show), lançado em 2017, é baseado em uma história real, sendo assim biográfico. Um musical que além de ter músicas inspiradoras e lindas também traz muita mensagem por trás de cada letra. Através de um enrendo que conta a trajetória de um homem, P.T. Barnum, que busca elevar a visão do entretenimento e da magia entre as pessoas, o próprio acaba por criar uma atração que logo seria denominada como circo. Em tal atração pode-se conhecer inúmeras pessoas peculiares e diferentes do padrão "normal" imposto pela sociedade. Há uma mulher de barba, um adulto pequenino, o homem mais gordo do mundo, entre outros. Isso mesclado a uma pitada de exagero e mentira, o que faz com que a diversão do público seja ainda mais intensa.

A cada diálogo, a cada estrofe de música, fica claro que a verdadeira intensão do longa (e dos personagens) é mostrar para o telespectador o quanto a auto aceitação é importante. Não basta tentar ser você mesmo. Você tem que viver a sua vida da maneira que lhe faz feliz, sem querer agradar as opiniões alheias. Todos nós sabemos que o preconceito e o racismo está enraizado em grande parte da sociedade, mas cabe à nós combatê-los à medida que estiver ao nosso alcance. Não deve haver medo de ser diferente, de ser você. Barreiras devem ser quebradas e morros devem ser escalados. 

Confesso que a partir do dia que assisti O Rei do Show não consigo mais tirar a trilha sonora do reapet. As músicas me inspiram e fazem com que eu me sinta bem. Ouço quase todos os dias. O filme também encaixou-se em uma parte da minha lista de favoritos. Como adoro musicais fico imensamente feliz que essa história tenha sido contada exatamente dessa maneira e com o ator Hugh Jackman no meio de tudo isso. Bateu até uma vontadezinha de correr agora mesmo para ir assisti-lo novamente.

Reprodução: DarkSide Books
O livro Geek Love, da autora Katherine Dunn, publicado pela DarkSide Books no ano passado, nos traz uma visão de dentro do circo. Nessa história acompanhamos a família Binewski e sua jornada para manter o circo passado de geração em geração. Nossa narradora, a pequena Oly, nos mostra com afinco e com detalhes o conturbado dia-a-dia da família. As brigas, a loucura, a ganância. Já saiu resenha desse livro por aqui, clique aqui para lê-la e saber mais à fundo sobre a história.

Eu não esperava gostar tanto desse livro como constatei ao final da leitura. A Oly é uma personagem carismática, mas que ao mesmo tempo deixa o leitor com raiva por conta de certas atitudes apaixonadas e cegas pelo irmão Arty. O mais interessante (e o grande diferencial) dessa história é exatamente os personagens. Cada um tem sua peculiaridade, sua deformidade. Não é igual e nem parecido com os personagens do filme citado acima. 

Em Geek Love as crianças da família Binewski são geradas através de métodos inapropriados e perigosos. Sendo assim feitas da maneira que são por pura e espontânea vontade dos pais que precisam do diferente para trazer o circo à vida novamente. Se você procura por uma leitura que se passa dentro de um circo e não tem problemas com cenas bizarras, palavrões e muitos momentos de desconforto, essa dica será de grande valia para você.

Reprodução: O Fantástico Paradoxo de Ouro Fundo
O livro O Fantástico Paradoxo de Ouro Fundo, escrito pelo autor J. Eff e publicado pela editora Autografia também no ano passado, foi uma grata surpresa entre as minhas leituras. Misturando aventura com suspense, o enredo traz três crianças, que são melhores amigos, em busca da verdade por trás do Circo a Vapor que acabou de chegar na cidade. Uma brincadeira que a princípio parecia ser inocente, mas que se mostrou perigosa ao descobrirem o tamanho dos segredos escondidos pelo circo. Também já saiu resenha da obra por aqui, clique aqui para lê-la e saber com mais detalhes sobre a história.

O autor conseguiu me deixar cada vez mais ansiosa a cada página, fazendo com que eu não conseguisse largar o livro e o lesse sem interrupções durante três dias seguidos. A leitura me divertiu, me emocionou e me surpreendeu. Através do trio de amigos somos levados a uma experiência única e colocados na pele das próprias crianças, desejando junto com elas descobrir o que está acontecendo na cidade. 

Cada cena de ação foi um soco no meu estômago e eu me "peguei" várias vezes sem ar por conta das diversas emoções que senti. É uma ótima indicação para quem procura uma leitura cheia de aventuras e com uma linda mensagem sobre a importância da família e da amizade. Recomendada para todos os públicos e idades.
Vocês se interessam por histórias com ambientações circenses? Se sim, tem alguma que gostaria de me indicar? Pode ser livro, filme ou qualquer outra mídia. Aproveita e me diz se já conferiu alguma das minhas dicas acima! Estou muito animada para compartilhar opiniões e sensações com que já teve a oportunidade de conhecer essas histórias.


Faça sua compra na Amazon através do nosso link (clique aqui) e ajude o blog a manter-se ativo. Sem taxas ou inclusão de valores, você estará nos ajudando a continuar trazendo conteúdo.

💻 Me acompanhe nas redes sociais:
Comentário(s)
2 Comentário(s)

2 comentários:

  1. Quantas lindezas! Sou apaixonada pelo O Rei do Show (tem crítica dele no canal, inclusive) e os livros: não conhecia, mas anotei os dois desesperadamente aqui. A temática é maravilhosa e abre alas para reflexões poéticas incríveis!

    semquases.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antes eu não havia reparado em como temáticas circenses podem ser ricas e cheias de reflexões. Agora que sei não largo essas histórias por nada! Hahahaha. Espero que goste dos livros. ♥

      Excluir

Author Image
A autora Thainá Christine

Professora, revisora e escritora de terror. Adora se aventurar em histórias de terror e apreciar os clássicos do gênero. Preza pela representatividade e construção de personagens femininas bem construídas. Espalha Literatura por aí e coleciona autoras inspiradoras.

Conheça minhas obras