Resenha: "Os Opostos Se Distraem" - Day Fernandes

"Não se deve desperdiçar a oportunidade de ser feliz, querida. A vida é muito curta para nos preocuparmos só com o amanhã."

Após a morte dos pais, Amanda é intimada a morar no Sul com a avó, para assim poder enfrentar o luto e estar na companhia de um familiar. Essa mudança resulta na separação entre ela e seus três melhores amigos, Raíssa, Júlio e Bernardo, que continuaram morando em São Paulo, longe da nova vida da garota. Por mais que Amanda não quisesse ficar separada de nenhum dos amigos, o que mais lhe partia o coração era ficar longe de Júlio, por quem era apaixonada e dono do seu primeiro beijo.

Atualmente formada em Jornalismo e vivendo da renda que o seu blog lhe proporciona, Amanda é convocada para voltar para São Paulo para comparecer ao casamento dos melhores amigos Raíssa e Bernardo. Sendo assim terá que passar três dias na fazenda onde moram os irmãos Bernardo e Júlio e conviver com o seu antigo amor da adolescência, o qual não está com a mínima vontade de rever.

A narração fica por conta de Amandita (apelido carinhoso que o cowboy Júlio a chama desde pequenos), sendo assim em 1º pessoa. Por se tratar de um conto com apenas 36 páginas, a leitura acaba por ser rápida, fluida e viciante, deixando um "gostinho" de quero mais ao final. Já falei para a autora e aqui repito: bem que a história de Amanda e Júlio poderia virar um livro, assim teríamos mais contato com todos os personagens e mais tempo ao lado deles.

Ainda falando sobre os personagens, é importante dizer o quão carismático cada um é. Não há um que lhe tire do sério ou que lhe faça repensar sobre a leitura. Cada um tem o seu jeito especial de conquistar o leitor e isso apenas agrega a história. Já sobre o casal, não posso dizer nada diferente. Mesmo sendo pessoas opostas, Amanda e Júlio são um casal certeiro e feitos um para o outro. Um romance construído da maneira que eu gosto: sem abuso, possessão ou negatividade. Apenas amor, cumplicidade e complementação.


"Era surreal a forma como o Bernardo e a Raíssa combinavam. Suas ideias, seu caminhar, seus olhares... O que um fazia, o outro complementava. Eram como um só. Ao contrário de mim e aquele cowboy idiota! Nós dois éramos totalmente opostos. Como água e óleo. Poderiam até dar uma boa mistura, mas não se dissolviam. E a culpa era toda dele, obviamente."

Fui arrebatada pelo romance entre a jornalista e o cowboy.

Acho que dá para perceber que ainda não consegui desgrudar das histórias da Day, né? Meio que fui lendo-as em seguida uma da outra. Vi esse e-book dando mole no meu kindle e por se tratar de uma leitura rápida decidi pegá-lo para ler. E nossa, mais um romance lindo e cativante. Amanda e Júlio, assim como Bernardo e Raíssa. me conquistaram logo de cara e me fizeram torcer pelo amor do casal. 

A cada personagem feminina que conheço da autora percebo que vou gostando ainda mais de suas criações. São bem construídas, independentes e donas de si. Não precisam de ninguém para ajudá-las ou para mimá-las, apenas um companheiro para apoiá-las e estar ali quando precisam. Um amor que as faça feliz, mas sem abdicar do amor próprio. Por mais que pareçam se completar, os casais das histórias que li da autora não fazem necessariamente isso. Digo que não se completam, pois nenhum tem partes faltando. Mas, sim, se complementam, somam, sem retirar nada um do outro. E isso é o que me deixa mais cativada por suas obras. 

Eu adorei a maneira como o romance se desenvolveu, pois como é algo que vem desde a adolescência em nenhum momento pareceu ser forçado ou estar indo rápido demais, já que sabíamos que havia sido despertado bem antes de cairmos ali, naquele momento em específico. Gosto de romances que nos mostram como o amor nasce, mas também adoro aqueles que focam em amores passados com reencontros de tirar o fôlego.

A única ressalva, que não é uma crítica e muito menos um alerta, é que gostaria de ter tido mais tempo com os personagens, pois fiquei com uma saudade enorme da Amanda logo que terminei a leitura. Quero muito um livro inteiro sobre os dois, principalmente sobre a superação e a construção de amor próprio da protagonista. Acredito que seria uma história ainda mais encantadora e bastante inspiradora para todas as leitoras e leitores.

O conto Os Opostos Se Distraem é romântico, engraçado e encantador. Uma leitura leve que pode ser feita há qualquer momento e em qualquer estado de espírito, mesclando situações que farão você gargalhar e outras que te tirarão grandes suspiros. Pequeno em páginas, mas extenso em emoções. Todo fã de romance deveria, ao menos uma vez, dar chance a essa história e se deixar apaixonar pelos personagens.

Adicione aqui o livro à sua estante no Skoob e compre a versão em e-book aqui, ajudando assim o blog a continuar ativo.


"(...) os opostos só dão certo porque existe uma conexão ainda mais forte entre eles. Seus polos não apenas se atraem, mas, principalmente, se distraem."

Me acompanhe nas redes sociais:

CONVERSATION

4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Oiê! Mesmo que pequena, esta parece ser uma história super apaixonante. Fiquei curiosa após ler tantos elogios. Contos são um pouco ingratos mesmo no sentido de nos deixarem com um gostinho de quero mais. Mas isso é um bom sinal, quer dizer que a história lhe conquistou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Tomara que a autora atenda aos pedidos e lance o livro com a história completa do casal! :D

    ResponderExcluir
  3. Lendo sua resenha pude sentir que mesco curto, o conto é bem intenso e envolvente. E acho isso maravilhoso, pois ficamos com vontade de mais hahaha. Não conhecia a autora e espero que faça sucesso a ponto dela criar um enredo maior *_*. Gostei da premissa.

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  4. Oii! Eu não conhecia essa obra, mas fiquei curiosa após ler a sua resenha haha. Achei muito interessante o fato de mesmo sendo um conto, a autora tornou a história tão viciante que te deixou com vontade de querer mais da história desses personagens. E pela sua descrição sobre eles, já vi que irei gostar bastante desse casal também haha. Obrigada pela dica, bjss!

    ResponderExcluir

Sponsor