Resenha: "Hellraiser - The Dark Watch" - Clive Barker


O filme Hellraiser, lançado em 1987, contendo sete sequências diretas e dois remakes da história original, é um clássico do horror. Dirigido e roteirizado por Clive Barker, autor do livro que leva o mesmo nome, Hellraiser se tornou uma grande inspiração para os futuros longas de terror que se seguiram. Contendo cenas recheadas de gore, sadomasoquismo e dor, traz para as telas os servos de Leviatã, criaturas que se deliciam com o sofrimento alheio causado por torturas intensas e perturbadoras, os famosos Cenobitas.

Cenobitas são requisitados por aqueles que procuram o prazer eterno, um prazer que muitos confundem ao clamar por muito sexo e desejo carnal. Para trazer esses seres malignos ao nosso encontro é preciso que uma Caixa de Lemarchand (Configuração dos Lamentos) seja encontrada e decifrada, abrindo assim um portal para o Inferno.

Tendo conhecimento desses fatos e contato com os dois primeiros filmes da franquia, você já pode se aventurar na HQ The Dark Watch, a qual contém três volumes e foi publicada em 2014 pela Editora Astral. Infelizmente, mesmo assim, algumas informações ainda irão permanecer vagas e confusas, já que o quadrinho tem um arco que consiste em seis encadernados anteriores à essa história, que não foram publicadas no Brasil. Porém, apesar disso, ainda é válido conferi-lo e matar a saudade desse universo já conhecido. Além, é claro, de ter uma nova perspectiva de como a história está se saindo na nova plataforma.
Reprodução: Google
The Dark Watch inicia-se com duas linhas de narrativa: dentro do Inferno há Harry D'Amour (o detetive protagonista de Evangelho de Sangue), o novo sacerdote do Inferno, que está no lugar de Pinhead e pronto para comandar um exército ao encontro de uma nova guerra; enquanto na Terra temos a jovem Tiffany (a criança que desvenda com agilidade as Caixas de Lemarchand no segundo filme) participando de um grupo de detetives que era comandado por D'Amour e que agora está a procura do próprio.

Mas não pense que a história se resumirá nessa procura de Tiffany pelo detetive. Há uma guerra entre os Infernos se aproximando, Leviatã vs Abaddon, uma guerra que colocará o Labirinto, local onde os Cenobitas vivem, em perigo e a Terra em total desordem. E para um possível sucesso toda a ajuda será necessária e todos os meios serão utilizados, até os mais desesperadores.

Para completar a lista de personagens já conhecidos pelos fãs, nessa história também haverá a presença de Kirsty Cotton, personagem principal nos dois primeiros filmes, e Elliot Spencer, o clássico Pinhead, ambos presos e incapacitados dentro do Inferno. Mesmo que a primeira aparição dos dois dentro da história aparente confusão, já que sem a leitura dos encadernados anteriores não há como saber como eles chegaram até ali, ao decorrer dos três volumes é dado uma breve explicação sobre a caminhada dos personagens após o primeiro e segundo filme.
"Você ainda não aprendeu que o Inferno não é feito apenas de ganchos e correntes? Às vezes, as mais eloquentes torturas do Inferno exigem que a vítima não perceba que está no Inferno."
Reprodução: Google
Recheado de criaturas bizarras e uma arte que traz o melhor do Inferno, The Dark Watch é visual, visceral e sangrento. Adjetivos que também podem ser utilizados ao descrever a franquia no cinema. A história é bem desenvolvida e ao final de cada volume há um "gancho" que deixa o leitor ansioso para a próxima leitura, principalmente para saber como os Cenobitas irão lidar com tantos imprevistos e seres extremamente sanguinários.

As referências também acabam por ser um prato cheio para os fãs da franquia, já que os personagens são conhecidos tanto por filmes como também dentro das obras literárias do Clive Barker. Mesmo que a história possa não agradar a todos, é interessante dar uma chance aos quadrinhos ao menos para conhecer o destino dos personagens e se aprofundar ainda mais nesse universo de terror, nem que seja com o intuito apenas de matar a saudade temporariamente.

Clive Barker está expandindo para novas mídias esse mundo tão querido que é Hellraiser, e com isso traz um grande leque de novidades para os amantes de horror, fazendo com que o banho de sangue causado por Cenobitas possa ser apreciado em qualquer lugar de sua preferência. Como fã, me sinto imensamente feliz em ter ao meu alcance as continuações e espero que muitas outras sejam lançadas, para assim a palavra do nosso mestre Pinhead continuar sendo espalhada fortemente por aí!

Faça sua compra na Amazon através do nosso link (clique aqui) e ajude o blog a manter-se ativo. Sem taxas ou inclusão de valores, você estará nos ajudando a continuar trazendo conteúdo.

Me acompanhe nas redes sociais:
FanPage | Skoob | Instagram | Pinterest 

CONVERSATION

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Sponsor