Resenha: "Desejo de Vingança" - L.S. Morgan

"Essa é uma história de redenção. Até onde o amor pode curar as feridas, até onde o desejo de vingança pode saciar a sede de justiça."

De um lado do Rio de Janeiro vive Alex Hazel: um jovem viúvo milionário, famoso por ser dono da empresa KPX com filiais próprias em outros países e o solteiro mais cobiçado do país (e até mesmo fora do Brasil). Sendo um mulherengo irreparável, Alex conquista corações e desperta suspiros nas mais diversas mulheres, causando ainda inveja em alguns homens por sua grandeza e sucesso no meio empresarial. Mas nada pode parar a sede de vingança que clama dentro de si para derrubar o homem que acabou com a sua vida e a de sua mãe, o empresário João Ferrero.

Enquanto isso, em outro canto do mesmo Estado, se encontra Lara Muller, que está desempregada e perdida entre seus cacos. O passado não lhe foi gentil ao fazê-la passar por tormentos que ninguém deveria viver e deixá-la quebrada e culpada por tantos anos. Sem dirigir uma palavra ao pai desde que voltou ao Brasil, Lara divide um apartamento com a amiga Patrícia e tenta sobreviver ao caos que as lembranças lhe atingem. Procurando com afinco por um emprego que possa suprir as suas despesas, ela candidata-se para uma vaga de secretária em uma empresa grande e de renome, basta saber se a sorte estará ao seu lado e se o cargo será seu.

Tanto para Lara como também para Alex, os tempos passados não trazem boas lembranças e as feridas ainda permanecem abertas, prontas para encontrar o caminho para a cura. Ambos também sofreram a perda de um grande amor em suas juventudes e mesmo com o passar dos anos esse amor nunca foi superado ou esquecido, deixando seus corações à merce de um novo amor.

Por mais que a história ultrapasse as 600 páginas, acredito que não seja necessário eu dissertar longamente sobre a mesma, pois o elemento surpresa é o que vai deixando a leitura ainda mais saborosa e gratificante. Mesmo que os caminhos de Lara e Alex estejam prestes a se cruzar, também é importante alertar que aqui não temos uma história sobre uma garota pobre que se envolve romanticamente com um homem rico, longe disso. A cada página vai ficando mais claro que o laço de amor que envolve o casal vem de outra vida, e é esse laço e o desenvolvimento dos dois que faz com que o livro valha a pena.

Embora o foco de Desejo de Vingança esteja em Alex e Lara, há também outros caminhos desenvolvidos ao longo das páginas, como por exemplo a vida da senhora Magali, a secretária e amiga de Alex, um romance inesperado que aparece para Patrícia, entre a aparição de outros personagens. E falando em personagens, é incrível a maneira que a autora desenvolve a história pessoal de cada um com um ar completo, fazendo com que cada personagem seja real, cru e cometa erros. Personagens que causam facilmente a identificação e servem como um espelho de nós.

A narração é em 3º pessoa, porém há um diferencial: mesmo tendo um narrador que observa a situação do lado de fora, os capítulos são intercalados com foco na visão de Alex e Lara, ou seja, em dois capítulos você verá a mesma cena, mas através da percepção diferenciada de cada personagem, seja através de seus sentidos, sentimentos ou pensamentos. Tendo assim dois lados da mesma moeda, duas visões da mesma situação, sendo perceptível como é fácil destorcermos algum acontecimento e julgarmos sem sabermos o lado do outro.
"Então eles se amaram, na ânsia de dois corpos que se procuravam por uma eternidade, no desejo de duas almas feridas, mas que se reconheciam como semelhantes, na junção de duas pessoas que desde sempre se pertenciam."

O meu impasse com o Alex
Durante a leitura tive alguns problemas com o Alex, que inclusive já até comentei com a autora e a própria cheia de carisma tirou um tempo para me explicar certas atitudes e pensamentos do personagem. Mas, mesmo assim, acredito que seja importante citá-los, nem que seja rapidamente.

O Alex, por conta do seu passado amargurado e injusto, se tornou um homem não muito aberto a convivências e apegos amorosos. Em certos momentos havia da parte dele atitudes possessivas e machistas, e isso me incomodava bastante, já que a frase "você é só minha" pode ser problemática em vários aspectos, os quais não adentrarei nessa resenha. Por conta disso eu acabava por desgostar do personagem e me via fora do sério em certos momentos, pois acredito que nada pode justificar os atos tomados conscientemente. 

Em contrapartida eu torcia para o amor prevalecer e o jovem ser enfim feliz, e por diversas vezes durante a leitura a sensação de me sentir mal por isso também prevalecia. Então por vezes eu me vi no impasse entre acreditar no amor do personagem e odiá-lo por suas atitudes que não concordava. Eu teria sido bem mais imersa no romance se a minha experiência com ele tivesse sido totalmente contrária e positiva.

Minhas impressões finais e o que restou em mim após o término da leitura
Embora o livro tenha um número considerável de páginas, a leitura fluiu bem e me deixou instigada em vários momentos, principalmente para saber com mais detalhes sobre o passado de Lara e seus demônios pessoais. A Lara é uma personagem muito bem construída, e isso nos instiga cada vez mais a conhecê-la e acolhe-la. Em vários momentos fiquei com vontade de adentrar na história para abraça-la e dizer que tudo ficaria bem, pois tive a necessidade de ajudá-la e de espantar todos os medos e pesadelos que um dia a invadiram. 

Lara é uma mulher que engole os próprios sentimentos e não os deixa partir, inclusive e principalmente os piores, e essa ação faz com que ela se auto sufoque e se sinta cheia de tudo e todos. É fácil se identificar com ela, principalmente se você estiver passando por momentos pesados e que aparentam ser incompreensíveis. Por isso, é importante que antes de ler você tenha consciência de que há uma abordagem sobre abuso. Não posso dizer muito a fundo para não entregar o clímax do livro, mas caso você seja sensível a assuntos pesados e saiba que isso te fará mal, por favor, não leia.

Há alguns erros de gramática e utilização de palavras rebuscadas que, às vezes, podem incomodar. Mas em nenhum momento será um empecilho ou desvantagem na leitura. A autora também se utiliza de algumas cenas de sexo para compor o "fogo" e necessidade pessoal entre o casal, porém não são cenas com descrições exageradas ou de mau gosto. Pelo contrário, agradarão aqueles que se sentem à vontade com esse gênero de narração. Essa introdução do hot me incomodou algumas vezes por ser uma artimanha que o Alex usava para driblar as brigas e discussões, como se sexo fosse a resposta para tudo. Mas nas demais ocasiões achei que foram introduzidas da maneira certa.

O casal é aquele típico clichê de pessoas que se desentendem justamente porque não conversam e isso me deixou irritada, pois eu queria que tudo fosse resolvido mais rápido e que todas as mentiras fossem colocadas por água abaixo. Porém eu gosto de clichês, então isso fez com que ao mesmo tempo eu me envolvesse ainda mais na leitura. 

Eu senti que a autora se empenhou em fazer pesquisas para tratar de certos assuntos que são abordados, principalmente por conta de alguns termos usados na narrativa. E admito que, mesmo não tendo falado com a mesma sobre isso, fui surpreendida com esse pensamento, pois há todo um carinho em passar veracidade ao leitor e ao mesmo tempo que nos entretêm também nos informa. Também gostei muito da maneira que a Morgan abordou sobre o câncer, com delicadeza e sensibilidade mútuas.

Independente de alguns problemas com personagens e detalhes mínimos, Desejo de Vingança é um romance que eu recomendo para os fãs do gênero e para quem tem um coração forte, pois é prescindível que você esteja preparado para sofrer, sorrir e sofrer novamente. Vale a pena dar uma chance para conhecer Alex e Lara e descobrir o que tanto os persegue.

Clique aqui para adicioná-lo à sua estante no Skoob e aqui para comprar o e-book na Amazon.
"Quando você ama alguém não tem nenhum controle. O amor é isso. Ficar impotente."
Me acompanhe nas redes sociais:

CONVERSATION

10 comentários via Blogger
comentários via Facebook

10 comentários:

  1. Olá! Amei a sua resenha de Desejo de Vingança! Também tenho blog e ontem também disponibilieid a resenha!♥️ Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ana!
      Vou ir no seu blog ler sua opinião. ♥

      Excluir
  2. Não é só uma resenha, mas uma analise literária em aspectos estruturais e percepções pessoais. Estou muito feliz em ler algo tão bem feito, da para notar sua dedicação e empenho em escrever não somente sobre os aspectos físicos e ambientais do livro, como também os aspectos psicológicos e as mensagens nele embutidas. Por isso só tenho a te agradecer, nao somente por ler e indicar o livro, mas avaliar com sinceridade e honestidade. Gratidão! 😍❤️😍❤️😍❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Morgan! Que lindo!
      Não sabia que ao escrever a resenha acabei por me aventurar em vários aspectos mais fundos do livro e saber que você percebeu isso me deixou imensamente feliz. Acredito que o seu livro tenha muito para desvendar, principalmente se tratando dos personagens que são tão profundos e cheios de traumas. Obrigada você por me apresentar a sua história! E muito sucesso para ti! ♥

      Excluir
  3. Goatei da sua resenha. Bem verdadeira e sem rodeios.
    Beijos. 😘
    Meu Ig no insInstag:@paixoesjuntasemisturadas

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante do enredo, parece ser uma história bem envolvente apesar dos seus defeitos!

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é sim Cássia. A profundida dos personagens e a maneira que é desenvolvida pode não ter me agradado em alguns pontos, mas os demais me fizeram gostar bastante da história e da escrita da autora. Eu recomendo se você gosta de romances.

      Excluir

Sponsor