26 de janeiro de 2018

Estou com ressaca literária, e agora?


O mais importante a se fazer quando se entra em uma ressaca literária é: não se desespere. Vamos primeiramente lembrar que ficar de ressaca literária não é algo destruidor ou impossível de ser revertido, muito menos é o fim do mundo, mas que aos poucos é algo que vai embora, assim como tudo que é ruim e te traz angustia. Temos que colocar em nossas mentes que ler deve ser um ato prazeroso e por isso não deve ser cobrado a força ou por pressão, sendo assim normal haver momentos em que não estamos dispostos a engatar uma leitura ou começar um novo livro. 

Você já pensou que essa ressaca pode ser uma mensagem de socorro que a sua mente está lhe passando? Às vezes, justamente por se forçar a ler mais de 100 livros por ano e 20 por mês, a sua mente começa a se sentir cansada, exausta, precisando dar um tempo. Sendo assim essencial que uma pausa nas leituras ocorra, ao menos por alguns dias. Não é legal se privar de sono para ler mais, pois assim as dores de cabeça e o cansaço nas vistas virão. Por isso, quando a sua mente pedir por um descanso, dê esse privilégio a ela e a você mesmo.

Lembre-se de não se pressionar e nem se forçar a ler. Use esse momento para fazer outras coisas: assistir a um filme, maratonar uma série, colocar em prática aquele DIY que você adorou, escrever poesias e/ou crônicas, testar um tutorial de maquiagem, sair com os amigos ou apenas repor as noites de sono que você passou em claro por tantos motivos diferentes (seja lendo ou por causa de insônia, por exemplo). Depois que você se sentir mais leve e perceber que é o momento de adentrar em um novo mundo, lá vamos nós escolher um título que mais nos chama a atenção e sair da tão temida ressaca literária. Apenas não se privem de outras coisas em prol da leitura e não se destrua por precisar de um tempo com a mente livre.

Reprodução: Google
Se agora vocês internalizaram que não deve haver pressão sobre si mesmo, podemos prosseguir para as dicas de leituras que te ajudarão a apreciar novamente o mundo literário.

1. Leia o que você gosta.
Pode ser uma releitura ou um livro novo do seu gênero preferido, o importante é pegar um título que você tem a certeza que lhe trará boas sensações durante a leitura e ao final você terá adorado. Seja revisitando um mundo mágico que você leu no passado e adorou ou escolhendo um novo na estante que você tem a certeza que irá lhe encantar. Não importa se é novo ou velho, contemporâneo ou clássico. Leia aquilo que te chama a atenção e que já no título ganhou o seu coração. Acredito que uma leitura prazerosa e cinco estrelas para você te colocará novamente ativa dentro do universo literário, trazendo de volta todo aquele "gás" para engatar novamente nas metas de leitura.

2. Leia contos/crônicas/poemas.
Geralmente antologias de contos, crônicas e poemas são rápidos de ler e têm uma linguagem fluida, o que faz com que você leia muito em pouco tempo. Além disso, esses gêneros literários também são ótimos para serem lidos aos poucos, com total atenção e apreciação, feito para serem degustados com o tempo, então mesmo que você leia uma história por dia ainda estará trazendo o melhor de cada uma para si. Caso você não tenha o hábito de ter contato com esses gêneros, deixo como indicação os contos e poemas do Edgar Allan Poe, caso você goste de suspense e mistério; os livros de poemas Outros Jeitos de Usar a Boca e A Princesa Salva a Si Mesma Neste Livro, ambos com a mesma temática de poesia; os contos da Clarice Lispector; os contos do H. P. Lovecraft para aqueles que adoram terror cósmico; e o livro Escuridão Total Sem Estrelas, do Stephen King, que contém 4 contos incríveis.

3. Leia HQs.
HQs são rápidas de ler e, geralmente, muito prazerosas, ainda mais por ter um aspecto mais visual e que auxilia bastante na imaginação. Por isso são ótimas para intercalar entre leituras mais intensas e para abrir um momento para respirar. Acredito que se você encontrar uma que toque o seu coração será difícil não acompanhá-la ou não se interessar em conhecer outras. Para aqueles que não se familiarizam com histórias de super-heróis não se preocupem, pois há diversos quadrinhos que não englobam esse tema, tendo assim uma diversidade grande de temas e gostos. Eu indiquei algumas por aqui no blog, você pode conferir clicando aqui, mas também deixo como recomendação: Hellblazer, Nimona e Ms Marvel para os fãs de super heróis; Persepólis, Maus, Soppy, Repeteco, Placas Tectônicas, O Diário de Anne Frank e Retalhos para sair da zona de super poderes.
A intenção verdadeira desse post é tentar abrir os olhos dos leitores para que cada um entenda que não há problema e nem mal em não conseguir ler tanto quanto os booktubers famosos conseguem (lá para os seus 10 ou mais livros lidos mensais) e muito menos por não conseguir ler nenhum no mês. Tem meses que eu leio só um livro e para mim está bom, pois sei que não reajo bem à pressão, então ler algo sendo obrigado acaba causando uma experiência ruim para mim. Prefiro ler apenas um livro por mês ou apenas um conto do que ler inúmeros livros e não me sentir bem com nenhuma história. Espero que daqui para frente vocês também pensem assim e valorizem mais suas leituras, pois cada uma merece um tempinho a mais e único ao seu lado.
Entretanto, agora é a vez de vocês me falarem: quais dicas e leituras recomendam para aqueles que estão nessa crise de ressaca literária e o que fazem quando estão nessa situação? Eu, particularmente, tento pegar uma leitura menor e mais leve, de preferência um romance clichê ou um quadrinho, para compensar os momentos que não li e para me envolver melhor na história. Compartilhem também se vocês gostam desse tipo de post com o intuito de uma conversa e para dividir ideias e dicas. Pois assim poderei trazer outros futuramente.


Me acompanhe nas redes sociais:

8 comentários:

  1. Olá
    Penso bem parecido com você quanto a isso. Acho que se estamos com dificuldade em ler, vamos ver um filme, uma série, fazer outra coisa. Ler é maravilhoso? É sim, mas quando se torna aquela cosia: tenho que ler, fica chato e cansativo.
    Um beijo

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Ler tem que ser algo prazeroso, e não uma obrigação. Já temos tantas pressões e obrigações na vida, então por que tornar algo tão bom em algo massante e monótono? Não faz sentido, né?

      Excluir
  2. Oi
    Sempre faço coisas parecidas com as suas. Ler um romance clichê para mim, faz toda diferença. É uma boa opção, quando ocorre a ressaca literária.
    Beijos <3
    Vitoria Martins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Romances clichês geralmente são pequenos e rápidos de ler, né? Então fluem com naturalidade. Até porque, mesmo que histórias com reviravoltas e finais surpreendentes sejam bons, romances que já desconfiamos do desfecho às vezes são a melhor coisa do mundo! Torna a leitura até mais divertida, dependendo da nossa paz de espírito.

      Excluir
  3. Felizmente eu não estou em um momento de ressaca literária, mas já aconteceu muito. A ponto de eu não poder sequer olhar para livro que ficava chateado pela cobrança da minha mente. E, realmente, as ressacas costumam vir depois de momentos em que lemos bastantes livros da "mesma categoria" seguidos. Lembro da minha última, que durou quase um ano (foi em 2016).

    Eu gosto de ler vários livros ao mesmo tempo, assim, evita a ressaca, pois pode ser que o problema também seja o de você não querer entrar em um novo capítulo DAQUELA mesma história específica. Daí, você lê outro livro, de preferência de outro gênero/categoria. Assim, você não deixa de manter sua leitura em movimento e permite que sua mente frequente outros lugares que você não visitaria lendo um mesmo livro.

    Também não consigo ler rápido. E isso me deixava muito em crise durante bastante tempo. Eu frequentava Blogs cujo dono trocava de livro mais de uma vez por semana e escrevia resenha, postava vídeo contando o que achou... Eu ficava me sentindo um zero à esquerda. Mas, entendi que se eu leio no meu ritmo e consigo desfrutar da história, não tenho que ficar acelerando pra me igualar a outras pessoas que, talvez, até ganhem dinheiro lendo e resenhando, enquanto eu tenho que ler no tempo livre (no transporte público), enquanto me divido entre tantas outras atividades.

    Adorei a postagem.

    Um beijo!

    http://ocoracaodomenino.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Douglas! Obrigada pelo comentário. :D
      Eu não consigo ler vários livros ao mesmo tempo, tenho a impressão que não estou prestando atenção suficiente na história e preciso dar total atenção para uma de cada vez. Mas, realmente, o que você disse faz todo sentido. Aliás, não é todo dia que queremos continuar lendo o mesmo livro, pois mesmo antes de terminá-lo e mesmo gostando da história às vezes acabamos enjoando. Admito que tentei fazer isso esse mês de intercalar dois livros ao mesmo tempo, peguei uma fantasia e uma antologia poética. Estava dando certo, mas terminei o livro de poesias no mesmo dia e fiquei com o de fantasia aqui para dar continuidade, então não sei se deu um bom resultado para mim. Vou tentar outras vezes depois!
      Quanto a isso de ficar se cobrando, acho que numa atualidade onde os booktubers e blogs literários têm grande espaço em nossos tempos e na nossa estante, acaba sendo impossível de não haver aquela comparação entre os números de lidos. Querendo ou não acabamos passando por isso em algum momento. Quando conseguimos desvincilhar isso é ótimo, libertador, e finalmente entendemos que não devemos nos pressionar, apenas ler por prazer e vontade. Espero que essa mensagem se espalhe ainda mais e mais pessoas comecem a pensar desse jeito. Sei que a vida é curta para o tamanho da nossa lista de desejados, mas é importante que aproveitemos cada leitura e sensação nova que temos com nossos livros.
      Volte sempre por aqui!

      Excluir
  4. Quando estou de ressaca tento fazer isso, as vezes não ler nada durante uma semana ou mais não é errado. Para quem tem blog e precisa postar conteúdo é difícil mas tem outras coisas incríveis para ser compartilhada, e é sempre bom deixar uma resenha de reserva, mas dá para sempre superar uma ressaca, tive várias ano passado! kkkkkkk
    Gostei do texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que para aqueles que têm canal ou blog exclusivamente sobre literatura acaba sendo desesperador entrar em uma ressaca literária quando o seu conteúdo depende do seu ritmo de leitura. Mas, como você mesma falou, acredito que dá para deixar alguns posts de reserva (eu, por exemplo, tenho várias resenhas prontas que ainda não publiquei) e aproveitar o momento para expandir o conteúdo e os temas, é uma ótima maneira de trazer coisas novas para o seu público e, até mesmo, mostrar mais de você. E com certeza há coisas incríveis para serem discutidas e compartilhadas! Ideias e temas não faltam pela internet à dentro.
      Obrigada pelo comentário e seja bem vinda! ♥

      Excluir

 
Copyright 2017 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
por Lory Design