#Clarice-se: "A Fuga" (DEZEMBRO)

Reprodução: Google


A Fuga

Autora: Clarice Lispector
Minha classificação: ★★★★ (4/5)
O conto
Ela está fugindo: da dor, do sofrimento, da solidão. Ela está fugindo de um casamento monótono e infeliz que se obrigou a viver durante 12 anos. 12 anos compostos por choro e noites mal dormidas. Ela corre, ofega, soa. Ela precisa de um momento só, sentindo a chuva, vendo as pessoas passarem por si, aproveitando aquele momento de paz. Ela precisa de paz. Precisa fugir. Precisa se libertar.

Através de uma narração em 3º pessoa, temos uma personagem, não nomeada, que está se desprendendo das correntes sociais e familiares e fugindo de toda pressão que vive dentro de seu casamento. Temos uma personagem com medo, que não sabe para onde ir ou qual passo dar em seguida. Uma personagem verdadeira que está a procura de algo a mais e de uma decisão definitiva para mudar a sua vida permanentemente.

Por mais que o final nos mostre que nada é como pensamos e que o medo, às vezes, pode ser mais forte do que nós, a leitura é estimulante, reveladora e arrebatadora. Clarice traz uma reflexão sobre nós mesmos e sobre o que estamos fazendo para viver uma vida que desejamos. Uma leitura que te trará fortes pensamentos e uma vontade incontrolável de mudar.

"Ela ri. Agora pode rir... Eu comia caindo, dormia caindo, vivia caindo."

Minha opinião
Eu gostei muito dessa leitura, mas ao mesmo tempo fiquei muito triste com o desfecho, uma reviravolta que não estava esperando. O conto é repleto de liberdade, decisão e desvincilhamento daquilo que lhe faz mal, então ver o ciclo vicioso que é explícito ao final me deixou imaginando quantas pessoas vivem e agem como a personagem: querendo uma coisa, mas não fazendo nada para alcança-la. Vocês entenderão melhor o meu ponto de vista após lerem o conto, que é pequeno e muito fluido. 

Durante toda a leitura eu torci e sorri com a personagem, mas ao final também chorei com ela. 12 anos de solidão que, provavelmente, irão se multiplicar e trazer ainda mais angústias. Uma leitura rápida, mas que contém muito significado e uma análise profunda. Tem uma escrita fácil de ser entendida e uma mensagem que é explícita (e necessária!) para todos os públicos. Uma história que deve ser lida e ingerida. Um soco no estômago para os acomodados, mas um abrir de olhos para os esperançosos.

A Fuga pode ser encontrado no livro Clarice Lispector - Todos os Contos, da editora Rocco, e foi o escolhido para a leitura conjunta de dezembro do Projeto Clarice-se. O ano está no fim, mas em 2018 o projeto continuará, contendo agora romances nos meses de julho e dezembro e contos nos demais. Espero vocês nos debates posteriores!


Participe do grupo!

CONVERSATION

2 comentários via Blogger
comentários via Facebook

2 comentários:

  1. A Clarice é sempre, nota 10. Grande escritora. Uma das grandes representantes da literatura brasileira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Clarice é maravilhosa! Digo isso em todos os aspectos, meios e vertentes. Uma autora que deve sempre ser respeitada, lembrada e lida.

      Excluir

Sponsor