2 de junho de 2017

A Mulher-Maravilha que nós merecemos!

Reprodução: Google
"Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra."
Assista ao trailer
Olá leitores!
O primeiro filme da Mulher-Maravilha estreou ontem, dia 01 de junho, e já está dando frutos muito positivos. Grande parte das críticas (ainda não li nenhuma que fosse negativa) estão enaltecendo o longa e dizendo o quanto ele é importante, tanto para os fãs como até mesmo para a própria DC. Diferente de Esquadrão Suicida e Batman vs Superman que dividiram as opiniões, Mulher-Maravilha vem para agradar a todos e mostrar quem é que manda nesse universo.

No elenco temos a querida Gal Gadot no papel da Diana, o qual se encaixou perfeitamente; Chris Pine como Steve Trevor; Robin Wright como a maravilhosa Antíope; Connie Nielsen como a Rainha Hipólita; Danny Huston como General Ludendorff; Elena Anaya como Dra. Veneno; entre outros. 
As atuações estão muito boas, principalmente da Gal Gadot, que consegue nos passar através de sua expressão toda a surpresa que a Diana sente ao conhecer um lugar totalmente novo com costumes até então desconhecidos. Em alguns momentos você acaba por imaginar a própria Diana como alguém inocente, que está descobrindo as maldades do mundo só agora ao chegar em Londres e se deparar com uma guerra tão extensa e cheia de ódio. 
Os outros atores e atrizes não ficam para trás, mas entre os demais gostaria de destacar a atuação da Robin Wright, que me conquistou logo no começo. Assim como as outras Amazonas, sua personagem Antíope é uma mulher incrível e que luta de uma forma surpreendente, mas por ganhar um destaque acaba por receber um espaço maior em nossos corações. E temos que concordar que a atriz estava espetacular em seu papel, sendo a minha segunda Amazona preferida, logo depois da Diana.

Reprodução: Google
Em Mulher-Maravilha vamos conhecer a história de Diana, indo desde a época em que é uma criança até o momento em que se torna uma mulher. Ainda pequena vemos a vontade dela em se tornar uma guerreira e em aprender a lutar, porém, não recebendo a permissão da mãe para tal ato até concluir uma idade maior. Somos apresentados a uma parte de seu treinamento e sua evolução como guerreira, mas sabendo desde o início que ela tem um potencial ainda maior do que nós (e ela) imaginamos. Basta ela acreditar em si mesma (assim como todas nós devemos fazer!).

O filme não fica apenas nisso, já que vai mostrar o relacionamento entre a Diana e o Steve Trevor, e além disso, a descoberta de um mundo e pessoas novas. O longa mantém um clima sério ao mostrar a história da personagem e as consequências da guerra, mas abre espaço para um alívio cômico em algumas cenas, algo que se encaixou muito bem e deu certo. As cenas de ação são muito boas, passando aquela sensação de desespero e fazendo com que você fique apreensivo em determinados momentos. Outro ponto que também me chamou muito a atenção foi Themyscira, que é uma ilha extremamente bela. As paisagens e a fotografia do filme são lindas, me conquistando logo no primeiro minuto da história.

Eu já estava esperando muito por esse filme, tanto por causa das críticas que foram tão positivas como também por causa da personagem que é uma das minhas personagens femininas prediletas. Lembro de criar expectativa a partir do momento que saiu o primeiro trailer, porque antes disto eu não estava confiante com a atriz que interpretou a heroina. Como vem acontecendo bastante, dessa vez não foi diferente e eu acabei "pagando" pelo o que falei, tendo um resultado além do que esperava. 

O filme traz personagens fortes e donas de si, mostrando que ser mulher não é ser inferior. A Diana é uma personagem feminista e que passa a mensagem desse movimento de forma simples e concisa. As Amazonas são outro exemplo do feminismo e ter isso em um filme de super heróis é incrível, porque é uma mensagem que será passada para as novas gerações. Sei que a Mulher-Maravilha e as Amazonas são assim nos quadrinhos, porém, nem todas as meninas têm oportunidades de ler HQ's quando menores, então o filme vem para trazer esse girl power de uma maneira divertida e apaixonante. Acredito, e espero, que através desse filme muitas garotas se sentirão mais empoderadas e acreditarão mais em si mesmas, tendo orgulho do que são. Espero que esse filme alcance todas essas meninas e desperte em cada uma a sua própria Mulher-Maravilha.

Reprodução: Google
O que eu não gostei?
Por mais que o início seja focado em Themyscira, admito que queria um espaço maior para as cenas que ocorrem lá. O tempo não é pouco, é até uma duração boa de cena e acredito que é o bastante para conhecermos um pouco sobre o lugar e sobre aquelas mulheres que vivem ali. Porém, Themyscira é um lugar tão bonito e repleto de mulheres tão maravilhosas, que eu queria ficar ali para sempre. Queria conhecer mais sobre elas, sobre a sua cultura e sobre os treinamentos.

No geral, eu gostei muito do filme. Eu sai muito satisfeita do cinema e realmente feliz com o que havia assistido. Alguns efeitos não me agradaram tanto assim, mas visualmente o filme é tão bonito e tão cheio de emoção, que aqueles pequenos detalhes não importaram. Chego a arriscar em dizer que Mulher-Maravilha foi, talvez, a melhor estreia que conferi em 2017 (concorrendo fortemente ao lado de Logan). Eu sai com o coração quentinho e preciso dizer que o hype é sim verdadeiro! E que o filme cumpre com o que promete, e ainda vai muito além.
Como estão as expectativas de vocês para Mulher-Maravilha? Já foram ver o filme? Gostaram? Eu sai em estado de êxtase do cinema e já estou com muita vontade de revê-lo. Vamos conversar e trocar opiniões! Um beijo e até a próxima.

4 comentários:

  1. Estou super ansioso por ver este filme, a Mulher Maravilha é acima de tudo um símbolo e um ícone para a sociedade ocidental. Excelente review :)

    Bitaites de um Madeirense

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste muito do filme!
      E obrigada!

      Excluir
  2. Eu ainda não assisti e não aguento mais de ansiedade..
    Espero que eu consiga ir nessa semana ainda hauhauihauihauihauhaui

    ResponderExcluir

 
Copyright 2017 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
por Lory Design