10 de janeiro de 2017

Eu joguei: Until Dawn

Reprodução: Google
Olá leitores!
Hoje é dia de game aqui no blog! E para começar 2017 com chave de ouro nesse quesito vim indicar Until Dawn, que foi lançado em 2015 para Playstation 4, mas que só tive a oportunidade de jogar no final do ano passado. 
Sendo um dos games que eu mais estava ansiosa para jogar no ano passado, Until Dawn conseguiu superar minhas expectativas e me surpreender com o seu enredo. Foi um game que me prendeu, de forma que sempre estava pensando nos personagens e em como seria o final que daria para eles.  Mesmo tendo um trailer que explora o terror slasher (aquele terror em que há um assassino mascarado tentando matar um grupo de amigos) o enredo do game vai muito além disso, englobando outros sub-gêneros e nos surpreendendo a cada cena apresentada.

Reprodução: Google
A história:
Logo no começo somos apresentados ao um grupo de dez amigos que estão curtindo juntos em uma cabana. Enquanto Josh e Chris se encontram desmaiados (de tanto beberem) na cozinha, os outros amigos decidem "pregar" uma peça em Hannah, brincando com o sentimento que ela nutria em segredo pelo Mike. Após a assustarem e fazerem com que Hannah vá sozinha para fora da cabana, sua irmã Beth, que não gostou da brincadeira, vai a procura dela. Infelizmente, elas acabam sendo perseguidas por alguém, e na tentativa de escapar acabam caindo de um penhasco e desaparecendo.
Um ano depois dessa tragédia, Josh (irmão das gêmeas Beth e Hannah) pede para os amigos se reencontrarem com ele na cabana. Os amigos aceitam com a intenção de deixar Josh mais contente e para tentarem uma reaproximação. Porém, as intrigas começam, e com elas vem a sensação de serem observados e perseguidos por alguém. 

O jogo:
A jogabilidade do game é bastante interativa, sendo em terceira pessoa e fazendo com que o final seja de acordo com as suas ações durante o jogo, ou seja, dependerá de você se todos ou ninguém irá sobreviver. Serão as suas escolhas que levarão um rumo diferente à história e o caminho que você seguir determinará o seu destino.
Uma das coisas mais legais é que durante o jogo teremos a oportunidade de controlar todos os personagens e também podemos escolher entre utilizar os botões do controle ou o sensor de movimento. O game ainda brinca com o que você tem mais medo e fobia, então cuidado com as suas escolhas.

Reprodução: Google
As referências:
Para os fãs do gênero terror, Until Dawn é um prato cheio de referências. No começo pode parecer mais uma história clichê, onde um grupo de amigos vão para uma cabana e tentam escapar de um serial killer, mas quanto mais você joga mais percebe que é exatamente isso que o criador quis passar para nós, esse pensamento de "repetição", criando uma surpresa no final.
Durante o enredo podemos perceber referências à filmes clássicos de terror, como Sexta-Feira 13, Pânico, Halloween, Jogos Mortais, O Segredo da Cabana, Abismo do Medo, Psicose, e muitos outros. 

Os atores:
Compondo o elenco temos os atores: Hayden Panettiere como Sam, Rami Malek como Josh, Brett Dalton como Mike, Galadriel Stineman como Ashley, Noah Fleiss como Chris, Jordan Fisher como Matt, Nichole Bloom como Emily, Meaghan Martin como Jessica e Ella Lentini no papel das gêmeas Hannah e Beth.
O gráfico do game é espetacular, fazendo assim com que reconheçamos facilmente os atores e lembremos de alguns deles de lugares conhecidos. Os rostos e os gestos também são muito expressivos, tendo uma aproximação ainda maior com a realidade, podendo durante o jogo mexer as mãos e a cabeça do personagem. No final, estamos em uma imersão completa na história e nos sentimos os próprios personagens.
Aproveitem o espaço dos comentários para indicações de outros games, opiniões e críticas construtivas. No meu final do game eu consegui salvar quatro de oito personagens, e vocês? Já jogaram Until Dawn? Se não, pretendem entrar nesse mundo? Me contem e vamos conversar! Um beijo e até a próxima.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright 2017 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
por Lory Design