30 de dezembro de 2016

Resenha: "O Ceifador de Anjos" - Juliete Vasconcelos Simões


Reprodução: Google


O Ceifador de Anjos
Autora: Juliete Vasconcelos Simões
Ano: 2016
Minha classificação: ★★★ (3/5)
* #1 livro de uma trilogia.
** Livro lido na plataforma Wattpad
Vincent Hughes é um biomédico bem sucedido, de uma aparência fisicamente bonita e que chama a atenção das mulheres. Embora seja um galanteador, o seu coração só pertence a uma pessoa: sua namorada Donna. Aos olhos dos demais, o casal aparenta serem feitos um para o outro, transbordando felicidade e simpatia por onde passam. Em seus íntimos o casal convive da mesma maneira de como é visto: com sorrisos, muita felicidade e um futuro promissor. Porém, o que as pessoas não imaginam, e que também não passa pela cabeça de Donna, é que seu companheiro é procurado pela polícia por ser um serial killer.

Conhecido como o Ceifador de Anjos, tanto pela mídia como também dentro da investigação da polícia, Vincent nas suas horas vagas mata mulheres grávidas e retira os fetos de seus corpos, abrindo assim a brecha para a criação de seu "apelido". O serial killer escolhe suas vítimas de acordo com a sua visão de mundo. Ele mata quem acredita que trará uma vida de miséria para a criança, seja por ser uma gravidez indesejada ou pelo pai ser ausente. 

O primeiro caso a ser noticiado como obra do Ceifador de Anjos foi da garota Tompson, onde tudo começou. Desde então o assassino escolhe meticulosamente as vítimas, dando um intervalo entre as mortes, às vezes tendo um espaço de anos ou meses para assassinar novamente e não causar suspeitas. Vincent vê nesses atos uma maneira de misericórdia, um jeito de ajudar essas mães que trariam desgraça para a vida futura de seus anjinhos. Sempre cuidadoso, nunca deixa pistas ou algo que irá lhe incriminar, deixando assim frustrados os detetives responsáveis pelo o seu caso. Christopher Lang e Ramona Hale é a dupla de detetives responsáveis em capturá-lo, porém a cada morte se sentem mais incapazes de chegarem ao real culpado.

A narrativa irá intercalar entre momentos da vida de Vincent ao lado de sua companheira e no seu dia-a-dia, e na investigação de Christopher e Ramona que parece não trazer resultado algum. A história se passa em Los Angeles, mas o local não é muito explorado, dando assim mais atenção aos personagens e ao enredo. A história se trata de um suspense e te deixará mais apreensiva a cada capítulo lido. Como nós leitores sabemos quem é o assassino, ficamos naquele empasse e dúvida de que só os detetives é quem não percebem. Por mais que Vincent seja cuidadoso, não acredito que ele conseguiria driblar 100% a polícia.


"O Ceifador de Anjos certamente se encaixava nesse último tipo de psicopata, mas que, ao invés de levar consigo um dedo ou uma orelha como muitas já haviam feito, ele levava o feto, por isso que suas vítimas e seu modus operandi o tornavam tão peculiar."

Primeira experiência com Wattpad
Foi a primeira vez que li algo na plataforma Wattpad e tive uma experiência positiva. Por mais que eu não goste de ler online ou em tablet, às vezes é uma ótima maneira de sair da sua zona de conforto e conhecer/privilegiar autores novos do nosso país. Também é um ótimo jeito de dar apoio a esses autores e incentivá-los a continuarem nesse caminho.
Aconselho a quem tiver interesse dar uma olhada no site Wattpad e ir conhecendo as histórias, que afinal tem para todos os gostos e idades. E para quem lê no tablet, também pode fazer o download do aplicativo com mesmo nome.

Minha opinião
A autora tem uma escrita muito fluida e fácil de ser acompanhada. Com capítulos curtos ela traz uma leitura rápida e confortável, fazendo a cada final de capítulo ficarmos com mais vontade de continuarmos com a leitura.
Só tenho algumas ressalvas a fazer, mas nada que afete drasticamente na leitura ou no enredo da história. Primeiro: eu pensei que as cenas de assassinato seriam mais detalhadas, e por causa de ocorrer o contrário me decepcionei um pouco. Eu sou fissurada em terror e gore, então quando vejo uma premissa tão legal de uma história narrada pelo próprio assassino acabo esperando uma certa quantidade maior de detalhes. Sei que esse não foi um dos intuitos a serem explorados pela autora, até porque o jeito que a vítima era executada acontecia de maneira rápida e mais "simples". Mas, esperei um pouco mais de sangue nessas partes. Segundo: Vincent era um serial killer, porém era extremamente amoroso e afetuoso, e isso me incomodou bastante. Para mim, um serial killer não teria esse tipo de amor por ninguém, no máximo pela mãe. Por mais que no final ele tenha quebrado esse parâmetro, ainda achei ele muito emotivo e nenhum pouco frio com as pessoas ao seu redor. Acredito que isso de "viver de aparência" ficou um pouco forçado para ele.
Embora tenha essas pequenas ressalvas, eu gostei da leitura e pretendo continuar a trilogia. Uma das coisas que eu mais gostei foi a mudança da personagem Donna e o quanto ela se tornou um símbolo de girl power no final da história, acredito até que será ela que me fará continuar com a leitura dos próximos. Donna passa de uma mulher boba e dependente para uma mulher extremamente forte e decidida.
Eu indico a leitura para todos os amantes de suspense e que procuram uma ótima história para apreciar. Como eu sempre digo, é muito importante darmos uma chance para autores brasileiros e ainda por cima que estão começando agora, e por que não encaixá-los naquela meta de leitura? Além de estar conhecendo uma nova obra e escrita, você também estará fazendo um escritor mais feliz.

2 comentários