2 de dezembro de 2016

Resenha: "Namorado de Aluguel" - Kasie West


Reprodução: Google



Namorado de Aluguel
Autora: Kasie West
Editora: Verus
Ano: 2016
Minha classificação: ★★★ (3/5)
Gia Montgomery é abandonada no estacionamento da escola na noite do baile de formatura, após Bradley Harris terminar o namoro com ela. O fim do namoro poderia não afetá-la tanto, se não fosse pelo fato de ter prometido para as amigas que iria apresentá-lo nesse dia, ainda mais depois de algumas investidas da Jules afirmando que o namoro com o tal de Bradley era mentira. Jules era nova no grupo de amigas, e por alguma razão desconhecida por Gia (e aparentemente só notada por ela), a amiga fazia de tudo para derrubá-la e para que ela passasse por mentirosa. Depois de alguns meses namorando com Bradley e só apresentando ele as amigas através de fotos, havia chegado a hora de mostrá-lo e provar que ele era real, não fosse pelo término repentino que a pegou totalmente de surpresa.

Deixada no estacionamento, Gia se vê entre encarar o baile sozinha e contar sobre o término para as amigas, tendo em vista as piadas humilhantes que sofrerá pela Jules, ou arrumar alguém para se passar por seu "namorado" por uma noite, mas quem? Quem, em sã consciência, faria isso por ela, ainda mais sendo totalmente desconhecido para as amigas? 

Gia avista um garoto dentro de um carro e toma coragem para ir até ele. Chegando na janela do carro, ela explica a situação para o garoto e pergunta se ele pode se passar por seu namorado, só naquela noite, apenas por algumas poucas horas, pois precisa provar para as amigas que não estava mentindo. Depois de quase implorar para o desconhecido e até oferecer dinheiro em troca do pedido, o garoto aceita fingir ser o seu namorado por uma noite e faz isso com tamanha maestria.

Para fechar a noite e não deixar rastros da mentira, Gia e o "Bradley falso" terminam o namoro durante a festa e na frente das amigas (e da escola inteira), inclusive com um toque a mais por qual Gia não esperava. Mas, outra coisa que ela não esperava era que o "Bradley falso" ficaria na sua cabeça por mais tempo do que o desejado, e agora ela precisava mais do que nunca encontrá-lo mais uma vez.

A história irá focar na vida da Gia, e irá além do suposto romance com o "Bradley falso". Iremos acompanhar como é a relação da personagem com a família, em como os seus pais reagem às atitudes dos dois filhos e a barreira imposta que até certo momento ela não enxergava. Além disso, vamos observar o crescimento pessoal da Gia, a descoberta e as dúvidas em saber quem ela é e o que a define. Acredito que o foco principal não seja o romance, por mais que ele seja presente durante todo o livro, mas que a mensagem principal é sobre conhecer a si mesma e conhecer melhor o que te rodeia, como família e amigos.

Minha opinião
O livro é bom, a escrita da Kasia é leve e fluida, mas creio que a história será mais apreciada por um público mais jovem. 
O enrendo, para mim, pareceu clichê e mais do mesmo. As personagens têm os seus esteriótipos e a maneira como o romance é desenvolvido chega a ser comum demais, algo que já li em outros livros. Não que eu ache ruim, pois até gosto de romances com toques clichês e finais mais clichês ainda, mas esse não foi um que entrou para a minha lista de favoritos. A personagem principal, Gia, não é a mais simpatizante possível. Admito que me identifiquei, e até gostei mais, da Bec, que foi descrita como a estranha da história, só por ser diferente dos demais.
A autora explora bastante sobre amizade e mentiras, e como uma mentira pode virar uma grande confusão e acabar com o seu mundo em segundos. Ela também explora o mundo das redes sociais, do vício, da dependência, e esse foi um dos pontos positivos, mostrar como o tempo que você passa se dedicando mais as redes sociais do que aos outros ao seu redor pode ser prejudicial e solitário.
Por essas razões, eu indico aos mais jovens a lerem e desfrutarem da leitura, tirar seus próprios ensinamentos e criar sua própria opinião. Acredito que tirarão bastante proveito e pensarão mais sobre as horas que passam no Facebook ou em outras redes sociais. Afinal, a mensagem final que a leitura nos traz é muito boa e significante, nos fazendo pensar mais em nossas vidas.
Um beijo e até a próxima.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright 2017 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
por Lory Design