17 de outubro de 2016

4 séries preferidas de terror

Reprodução: Pessoal
Olá leitores!
Dando continuidade ao mês de terror para falar de coisas que amo: séries. E aproveitando esse clima de monstros, entidades e bruxaria, separei as minhas quatro séries preferidas que se encaixam na temática de terror. Vamos colocá-las na lista?

Reprodução: Google
Supernatural conta a história de Dean Winchester e Sam Winchester, dois irmãos que lutam contra criaturas cuja existência é desconhecida pela maioria das pessoas. Os irmãos perderam a sua mãe num incêndio que foi causado por circunstâncias sobrenaturais. Como resultado, o seu pai, John, dedicou a sua vida a viajar por todo o país para tentar descobrir o que causou a morte da sua mulher e procurar vingança. Ele levou os seus filhos consigo, treinando-os para lutar contra o mal. 
Digam o que quiser, mas Sobrenatural (Supernatural) sempre foi e continua sendo a minha série preferida. Foi a primeira série que assisti e que acompanhei, e desde então não largo mais. Independente das decaídas que houveram em algumas temporadas, que admito, deixaram pontos negativos até para os fãs, a série continua sendo um sucesso e agradando o seu público. Tem muitas coisas que aconteceram/acontecem que me deixam enraivecida e com vontade de largar esse vício, mas ao mesmo tempo sei que não conseguirei, aliás, Supernatural despertou o meu amor por séries, e é impossível se desvincilhar dos irmãos Winchester.
A primeira temporada é recheada de lendas urbanas e desperta a curiosidade entre os apreciadores. Durante todas as 11 temporadas, muitas criaturas (algumas até inimagináveis) são nos apresentadas, e a cada episódio podemos conhecê-las melhor. Se as criaturas não lhe despertarem toda a magia da série, tenho certeza que os atores e a trilha sonora irão. A história vai além do sobrenatural, pois assim de tudo fala sobre o amor e a cumplicidade entre os irmãos. A série é recheada de hinos do Rock N' Roll e tem um elenco cheio de simpatia que te conquista de primeira. Vale a pena fazer uma maratona, nem que seja somente das cinco primeiras temporadas (que para mim, são as melhores).

Reprodução: Google
Em Penny Dreadful, alguns dos personagens mais famosos e assustadores da literatura mundial, como o Dr. Frankenstein e sua criação, o eternamente jovem Dorian Gray e icônicas figuras do romance Dracula, estão todos vivendo nos cantos obscuros de Londres Vitoriana. Um thriller psicológico que mescla histórias de terror clássicas e histórias originais em um drama inteiramente novo.
Penny Dreadful teve três temporadas e pode ser considerada (pelo menos por mim) uma das melhores séries já feitas. Ela mescla tudo que há de melhor: clássicos do horror, personagens ícones e uma trama para lá de intrigante e envolvente. Durante a série, além de termos a presença de personagens como o Dr. Frankenstein, Dorian Gray e Van Helsing, também teremos muitas surpresas, como criaturas sobrenaturais, entidades e bruxaria, tudo em um único lugar. Talvez seja essa mescla que fez tanto sucesso e que realmente deu certo na prática. Ver nossos livros clássicos preferidos representados na telinha, e ainda por cima juntos, é uma experiência maravilhosa, ainda mais quando a história acrescenta um teor todo sobrenatural a essa magia.
Já havia falado da série há um tempo atrás, se não me engano em outubro do ano passado em um projeto de Halloween, mas não cheguei a falar da história em si e sim do figurino. Algumas coisas que mais me agradam nessa série é o seu figurino, que é magnífico, e o elenco que dá um show nas atuações. Eva Green está maravilhosa no papel de Vanessa Ives, e duvido você assistir a todas as temporadas e não terminar apaixonado por ela. Desafio aceito?

Reprodução: Google
Ambientada no Século XVII, Salem acompanhará os julgamentos das mulheres acusadas de bruxaria em Salem, Massachussets, em uma grande aventura repleta de acontecimentos sobrenaturais.
Quem não adora bruxas, certo? Eu tenho um amor meio sobrenatural por histórias de bruxas e tudo que envolva bruxaria. Salem me cativou logo no primeiro episódio, expondo um figurino maravilhoso, com vestidos pretos e acessórios de babar, além de uma trama cheia de mistérios, pactos e bruxas queimadas.
Não sei dizer o que mais me agrada na série, pois é um conjunto perfeito para os admiradores, mas gosto sempre de frisar que o elenco sempre contribui nesses aspectos. Aqui não é diferente das outras ocasiões, creio que o elenco foi cuidadosamente selecionado e que cada papel foi dado para a pessoa certa.
Além de bruxas, também temos outros segredos durante a história, que fazem tudo se conectar de forma brilhante e assustadora ao mesmo tempo, inclusive um forte romance e padres caçadores de bruxas. Agora em outubro a série estará de volta com a sua terceira temporada, e estou na expectativa para o tão aguardado dia. Seria muito estranho se eu dissesse que adoraria ser amiga da Mary Sibley?

Reprodução: Google
Buffy Anne Summers descobriu, quando ainda era uma adolescente, que não era uma menina comum. Buffy é uma das escolhidas para lutar contra o mal, forte e corajosa que tem um destino a cumprir: proteger o mundo de monstros. Assim, depois de ser treinada por seu Guardião, Giles, ela vai alternar sua vida entre matar vampiros e demônios e curtir sua vida em Sunnydale, uma cidade que abriga a Boca do Inferno, de onde saem os piores seres possíveis. Buffy conta ainda com a ajuda de seus amigos Xander e Willow.
Buffy A Caçadora de Vampiros é uma série composta por 7 temporadas e teve sua estréia no ano de 1997. Retrata as aventuras de Buffy e seus amigos na luta contra o mal, e com isso podemos esperar outras criaturas além de vampiros. A série não foca somente na batalha contra os monstros, mas também mostra a amizade entre o grupo e o romance de Buffy com Angel, ainda tendo todos aqueles dilemas de uma adolescente e a procura por si mesma, por auto reconhecimento.
A atriz Sarah Michelle Gellar é uma Buffy encantadora, que irá te conquistar logo no primeiro episódio. Assim, como todos os integrantes do grupo de amigos, cada um com o seu jeito diferente e que completam-se. O romance entre a Buffy e o Angel percorre todas as três primeiras temporadas (que foram as que eu assisti até agora), e às vezes admito que é um saco de tão meloso, mas eu gosto, ainda mais por ser um "amor proibido".
Dentre todas as séries que indiquei até agora, esta é a única que ainda não estou em dia. Por mais que já tenha sido finalizada, sete temporadas é um longo caminho, e nas férias retomarei a quarta temporada e pretendo terminar. O que eu mais gosto dessa série é todo o girl power. Além de ser protagonizado por uma garota, que em qualquer outro lugar seria vista como sexo frágil, ainda mais na época em que foi lançada, a protagonista é quem salva os garotos e o mundo. Mostrando e provando que nós mulheres somos mais fortes do que imaginamos e que podemos lutar como qualquer outra pessoa.
Sintam-se a vontade para me indicar outras séries, seja de terror ou não, podem indicar! E também fiquem a vontade para comentar suas opiniões e expectativas, vou adorar debater com vocês. Um beijo e até a próxima!

6 comentários:

  1. Estou de volta!
    E olha, que post legal!
    Das séries que você indicou, conheço e amo as duas primeiras. Sobrenatural também foi a minha porta de entrada para drogas piores, digo... Foi a série que me fez conhecer o universo das séries! kkkkk Se não fosse pelos Winchester, eu não teria assistido tanta coisa incrível desde dezembro do ano passado, que foi quando assinei Netflix aqui em casa.
    Penny Dreadfull eu quis assistir justamente por causa dos personagens da literatura, e acabei me apaixonando pela série e virando admiradora da Eva Green, ela arrasa! Fiquei muito triste quando soube que foi cancelada... :/
    Fiquei curiosa com Salem, acho que vou querer conhecer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou do post. <3 Acredito que Supernatural tem uma grande influência em vários admiradores de séries e foi o responsável por muitos outros vícios por aí, hahaha. Quanto a Penny Dreadful, no caso, ela não foi cancelada, e sim finalizada, ou seja, ela teve um final, não ficou aquilo de "final sem um final", entende? Para mim, o final veio em boa hora e fechou a série com chave de ouro.

      Excluir
  2. Penny Dreadful com certeza é uma das séries mais bem feitas que eu pude ter o prazer de acompanhar e eu fiquei feliz que ela tenha sido finalizada esse ano, séries que que tem muitas temporadas acabam se perdendo demais e decaindo na qualidade, vide Supernatural que vc citou (e que eu tenho um pequeno odio, pois sou daqueles que acredita que ela já passou do prazo de validade), Salem eu lembro de ter visto o piloto assim que saiu, mas sei lá por que não continuei e Buffy prometi a mim mesmo que até o fim do ano eu começo a assistir.

    Abraços
    http://bit.ly/TheMagicians1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buffy vale muito a pena! Eu adoro clássicos e filmes antigos, então, para mim, é um prato cheio de muita referência e coisa boa. Espero que curta! E eu concordo com você, quando se tem temporadas demais se acaba perdendo o foco e a história.

      Excluir
  3. Conhecia todas as séries mas ainda não assisti. Quero muito vez Salem e Penny Dreadful, achei o enredo delas bem interessantes.

    Beijos:*
    Escritas na Chuva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elas são maravilhosas! Penny Dreadful tem as duas primeiras temporadas na Netflix!

      Excluir

 
Copyright 2017 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido com
por Lory Design